Reflexões Espirituais

 

REFLEXÕES ESPIRITUAIS – TOQUES DOS INICIADOS

          (Na Balada Extrafísica com os mentores Espirituais)

 

          – Por Wagner Borges –

 

No centro da noite, escuto um chamado sutil.

          Vêm do alto e entra pelo topo de minha cabeça.

          E vai direto ao meu peito…

          É silencioso, mas eu o escuto com o coração.

          É portentoso e, ao mesmo tempo, simples.

          Relaxo a mente e as emoções, e fico quietinho.

          Então, de espírito a espírito, capto os toques dos Iniciados:

 

          1. Violência é doença! A cura é a meditação serena.

          2. Quem semear, colherá!

          3. Com trevas no coração, como alcançar o Samadhi? (1)

          4. Objetivos levianos sempre atraem realizações tacanhas.

          5. Carregar a luz em si mesmo não é tarefa para fracos de espírito.

          6. Coração escuro atrai situações e entidades trevosas.

          7. Espiritualidade é ação. Não é discurso. É estado de consciência.

          8. Reunião espiritual não é ponto de encontro social!

          9. A quem muito é dado, muito será cobrado. Conhecimento demanda responsabilidade.

          11. Quem quer voar espiritualmente, que largue as correntes do medo.

          12. Quem quer ir para o Alto, que se deite no leito pensando no Alto!

          13. Semelhante atrai semelhante. Quem procura, acha!

          14. Quem esquece a lanterna, perde-se na escuridão da noite.

          15. Quem esquece o discernimento, tromba feio com as trevas.

          16. Muitos se deitam em leitos com lençóis brancos e macios, porém, com a aura (2) suja e com presenças invisíveis muito escuras agarradas neles.

          17. Se a prece é de coração, tudo que é trevoso se afasta.

          18. Aparência externa engana muito. Mas as energias revelam o que cada um é. Na luz, o real sempre aparece.

          19. Anda na beira do abismo quem se deixa levar pela raiva.

          20. O Invisível é a origem de todo visível. Quem ama, sabe!

          21. Liberdade não é fazer tudo que se quer. É saber viver em equilíbrio e bem consigo mesmo.

          22. Quem é da luz, respeita as trevas. Mas não se mete com elas.

          23. Grandes enganadores sempre pagam um preço alto: também acabam enganando a si mesmos, até mesmo pela força do hábito.

          24. Bons estudantes espirituais não fazem por menos: jamais se deitam sem erguer os pensamentos ao Alto. E, quando acordam, fazem o mesmo.

          25. O homem não é poderoso para deter a corrente do tempo e o desgaste natural do seu veículo físico. Então, de onde vem sua arrogância?

          26. Quem pondera, descobre o essencial: é só o Supremo que sabe o tempo certo de cada um. O Poder real é o d’Ele.

          27. As grandes provas estão nas coisas simples da vida. E os grandes mestres são simples, como a vida…

          28. Bons estudantes espirituais não fazem por menos: não reclamam das provas do caminho. E tiram lições delas, para seguir em frente com mais sabedoria…

          29. Se alguém tiver ódio de alguém, não é da luz, pois seu coração escuro o liga a outras coisas trevosas.

          30. Quem bate, é fraco de caráter. Forte é quem ama e compreende.

         

          No centro da noite, eu medito e aprendo.

Sondo o meu coração e pondero.

          E sinto várias presenças invisíveis, serenas e amigas, me saudando.

          E, por incrível que pareça, elas me agradecem por eu ter escrito.

          E eu também agradeço a elas, por me passarem reflexões tão legais.

          Então, elas e eu agradecemos juntos ao Supremo, por tudo.

          E a noite se ilumina, na graça do Todo que está em tudo.

         

          P.S.: Às vezes, quem está no meio da multidão agitada, está mais só do que imagina. E quem aparentemente está só, mas na Luz, está mais acompanhado do que pensa, pois sente-se ligado a miríades de seres luminosos pelo espaço infinito…

          Na noite das baladas, onde homens e mulheres e espíritos infelizes se engalfinham energeticamente, sedentos de sensações alienantes na atmosfera escura da grande metrópole de aço e concreto, onde o Grande Arquiteto Do Universo também me colocou para viver, aprender e trabalhar, eu escutei um chamado sutil para uma outra balada, em espírito.

          E minhas companhias de balada consciencial são o sábio Sanat Khum Maat e o grupo extrafísico dos Iniciados (3). É com eles que vou viajar espiritualmente (4) daqui a pouco, logo que deitar a carcaça no leito.

          E, graças a Deus, não estão limpos apenas os lençóis da cama, mas a aura também (5). E eu vou me deitar pensando no Alto, como deve ser…

 

          (Esses escritos são dedicados aos meus amigos Victor Hugo França, Maísa Intelisano, Fernanda Lopes, Marisa, do espaço Origens, Luis Fernando Mingrone, o Enki, Ana Lahis Tano, e Patrícia, que são trabalhadores da luz e companheiros firmes de fé e de jornada – e a Vivian, linda moça, com coração e mãos de luz, a quem agradeço pela luz rosada e pelo carinho enviados a mim.)

          De coração a coração, em espírito e verdade, que a balada dos mentores espirituais possa iluminar suas consciências e também fortalecê-los na jornada, humana e espiritual.

 

          Paz e Luz. São Paulo, 09 de agosto de 2008.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s