Osho



I

O coração pode falar com uma pedra... o amor total revela
esse mistério. Torne-se um louco do coração. 

São Francisco de Assis certamente estaria em um hospício.
Conversando com as árvores, dizendo à amendoeira: "Irmã,
como vai você?". Se ele estivesse aqui, teria sido preso.
"Irmã, cante sobre Deus para mim!", dizia para a
amendoeira. E não apenas isso - ele ouvia a canção que a
amendoeira cantava! Maluco! Necessita de tratamento! 

Ele conversa com o rio e com os peixes - e diz que os
peixes respondem a ele. Conversa com as pedras e rochedos -
é preciso mais alguma prova de que ele é louco? 

Ele é louco. Mas você não gostaria de ser louco como São
Francisco de Assis? Imagine só - a capacidade de escutar a
amendoeira a cantar e o coração que pode sentir as árvores
como irmãos e irmãs, o coração que pode conversar com a
pedra, o coração que vê Deus em todo lugar, por todos os
lados, em todas as formas...

Este deve ser um coração de extremo amor. O amor total
revela esse mistério a você. Mas para a mente lógica,
certamente essas coisas são bobagens. 

Para mim, essas são as únicas coisas significativas.
Torne-se louco, se puder; torne-se um louco do coração. 

II

Se você meditar, fatalmente ficará mais inocente. Um pouco
de meditação, e você começará a se sentir mais
rejuvenescido. E com isso vem um tipo de irresponsabilidade
- irresponsabilidade no sentido de que você não considera
mais as obsessões dos outros. 

Tornar-se inocente é uma grande responsabilidade. Você
começa a ficar responsável por si mesmo e começa a
abandonar suas máscaras, suas faces falsas. Os outros podem
começar a se sentir perturbados, porque eles sempre tiveram
expectativas e você satisfazia suas exigências. Agora eles
sentem que você está ficando irresponsável. Quando eles
dizem que você está sendo irresponsável, estão simplesmente
dizendo que você está saindo do controle deles. Você está
ficando mais livre. Para condenar o seu comportamento, eles
o chamam de infantil ou de irresponsável. 

Na verdade, sua liberdade está crescendo e você está se
tronando responsável - mas responsabilidade significa a
habilidade de responder. Ela não é uma obrigação que
precisa ser satisfeita no sentido comum. Ela é
responsividade, sensibilidade. 

Porém, quanto mais sensível você ficar, mais descobrirá que
muitas pessoas acham que você está ficando irresponsável -
e você precisa aceitar isso - , porque os interesses delas,
os investimentos delas não serão satisfeitos. Muitas vezes
você não satisfará as suas expectativas... 

III 

O mundo tem conhecido pessoas tão bonitas e tão loucas! 

Na verdade, todas as grandes pessoas do mundo foram um
pouco loucas - loucas aos olhos da multidão. Suas loucuras
tiveram expressão porque elas não eram miseráveis, elas não
estavam ansiosas, elas não tinham medo da morte, elas não
estavam preocupadas com o trivial. Elas estavam vivendo
cada momento com totalidade e intensidade e, por causa
dessa totalidade, dessa intensidade, suas vidas se tornaram
uma linda flor - elas estavam cheias de fragrância, de
amor, de vida e de riso. 

A coragem é o primeiro passo a ser aprendido. E por que é
preciso coragem para viver? Porque a vida é insegurança. Se
você fica preocupado demais com proteção, com segurança,
você permanecerá confinado a um pequeno cantinho, quase que
em uma prisão, construída por você mesmo. Será seguro, mas
não será vivo, não terá aventura, não terá êxtase. A vida
consiste em explorar, entrar no desconhecido, alcançar as
estrelas!

IV

As pessoas têm seus próprios valores e olham tudo através
deles. 

Um iluminado está numa dimensão totalmente diferente: vive
sem valores, sem critérios, sem moralidade; vive
simplesmente, sem o ego. E todos os valores pertencem ao
ego. Um iluminado simplesmente vive. Não manipula sua vida;
é como uma nuvem branca flutuando. Não tem para onde ir,
nada para alcançar. Para ele, nada é bom ou mau. Não
conhece nenhum deus, nenhum demônio. Conhece apenas a
beleza que é a vida em sua totalidade. Até mesmo um deus é
feio porque é apenas uma parte, não um todo. Um demônio
também é feio porque também é uma parte, e não o todo. Deus
não está vivo; o demônio também está morto porque a vida
existe como um ritmo entre os dois - o bom e o mau, deus e
o demônio. A vida existe entre esses dois pólos. Não pode
existir apenas uma polaridade. Eles são as duas margens no
meio das quais o rio da vida flui. Um iluminado sabe disso.
Nunca está a favor nem contra algo. Responde a cada momento
sem qualquer julgamento. 

Eis porque é difícil compreendê-lo.

V

A dança e o riso são as melhores portas, as mais naturais,
as mais facilmente acessíveis para entrarmos na não-mente. 

Se você realmente dançar, o pensamento pára. Você dança sem
parar, girando, girando... e você se torna um redemoinho -
todas as fronteiras, todas as divisões desaparecem. Você
nem mesmo sabe onde seu corpo termina e onde a existência
começa. Você se dissolve na existência e a existência se
dissolve em você. E se você estiver realmente dançando -
não controlando a dança, mas deixando que ela o conduza -
se você estiver possuído pela dança, o pensamento pára. 

O riso pode ser uma bela introdução a um estado de
não-pensamento. Quando você ri realmente, durante aqueles
poucos momentos você está num estado profundamente
meditativo. O pensamento pára. É impossível rir e pensar ao
mesmo tempo. São coisas totalmente opostas: ou você ri ou
você pensa. Se você ainda estiver pensando o riso não será
total. 

Um homem sobrecarregado de teorias se torna sério. Um homem
que não está sobrecarregado, que não tem uma carga de
teorias sobre seu ser, começa a rir. Toda a brincadeira da
existência é tão bonita que a risada é a única resposta
possível a ela. 

A gargalhada traz sua energia de volta. Todas as fibras do
seu ser se tornam vivas, e todas as células do seu ser
começam a dançar. 

A brincadeira o torna leve, o amor lhe dá luz, a risada lhe
dá asas. Dançando com alegria você pode tocar as estrelas
mais distantes.

Para mim, o riso é tão sagrado quanto a oração.

VI

Ouça esse dizer de Jorge Luís Borges:

"Dê o que é sagrado aos cães.
Lance suas pérolas aos porcos.
Pois o que importa é dar."

Você sempre ouviu dizer o contrário: nada jogue aos cães,
não lance pérolas aos porcos, porque eles não entenderão. 

O essencial não é o que você está dando - pérolas,
santidade, amor - ou a quem você está dando; esse não é o
ponto. O ponto é que você está dando. Quando você tiver,
dê. 

Gurdjieff costumava dizer: "Tudo o que acumulei se perdeu,
e tudo o que eu dei é meu. Tudo o que eu dei ainda está
comigo, e tudo o que eu guardei se perdeu."

É verdade: você tem somente aquilo que compartilhou. O amor
não é uma propriedade para ser acumulada; é uma fragrância
a ser compartilhada. Quanto mais você compartilha, mais
você tem; quanto menos compartilha, menos tem. Quanto mais
você compartilha, mais vai brotar do âmago do seu ser - é
infinito; mais estará jorrando. Tire água do poço, e mais
água fresca corre para dentro do poço. Não tire água, feche
o poço, torne-se miserável, e as nascentes deixarão de
funcionar. Pouco a pouco as nascentes irão morrendo,
ficando bloqueadas; e a água que está no poço morrerá,
ficará estagnada, suja. A água que flui é fresca... o amor
que flui é fresco. 

Para caminhar em direção ao amor é preciso compartilhar,
compartilhar sua vida, compartilhar tudo o que você tem.
Tudo que houver de belo em você, jamais o acumule. Sua
sabedoria, compartilhe-a; seu amor, sua felicidade, seu
prazer, compartilhe-os. Sim, se você não puder encontrar
alguém, compartilhe com os cães - mas compartilhe.
Compartilhe com as rochas - mas compartilhe. Quando tiver
pérolas, jogue-as - não se importe se aos porcos ou aos
santos, simplesmente jogue-as. Porque o importante é dar.
Acumular envenena o coração. Todo acumular é venenoso. 

E quando der, não se importe se será retribuído ou não.
Sinta-se grato à pessoa que lhe permitiu compartilhar algo
com ela. Sinta a gratidão por ela estar pronta a ouví-lo, a
compartilhar alguma energia com você; por ela estar pronta
a ouvir sua canção, a ver sua dança; grato porque, quando
você veio para dar, ela não rejeitou... O compartilhar é
uma das virtudes mais espirituais, uma das maiores virtudes
espirituais.

VII

Todos os debates são fúteis e estúpidos. 

O próprio debater é uma idiotice, porque ninguém pode
atingir a Verdade pela discussão ou pelo debate. Todas as
discussões são tolas porque provocam um clima no qual
qualquer entendimento entre duas pessoas se torna
impossível; no qual qualquer coisa dita é sempre mal
interpretada. 

Uma mente que está propensa a vencer, a conquistar, não
consegue compreender nada. Isto é impossível porque a
compreensão necessita de uma mente não violenta. E quando
você está lutando pela vitória, você é violento. 

Apenas a verdade pode ser a meta; a vitória não. 

Quando a vitória é a meta, você se torna um político, não
um homem religioso. Você fica agressivo, fica tentando
vender o outro. A verdade não pode ser uma vitória quando
essa vitória significa derrotar alguém. A verdade traz
humildade, modéstia. Como você pode entender o outro se
está contra ele? O entendimento é impossível. O
entendimento necessita de simpatia, de participação.
Entender significa ouvir o outro totalmente. Ao discutir,
debater, argumentar, racionalizar, você não ouve o outro.
Apenas finge ouvir e, interiormente fica se preparando para
a tacada seguinte.

VIII

Tudo que você gosta pode penetrá-lo profundamente; só
gostando algo pode penetrá-lo a fundo. O gostar mostra
simplesmente que algo lhe serve, que o ritmo disso está em
sintonia com você. 

E ao gostar de algo não se torne avarento, entre nisso o
quanto puder. Só abandone isso quando o prazer tiver
desaparecido, então sua função estará terminada. Procure
outra coisa. Nada poderá levá-lo ao fim do caminho. Nessa
viagem você terá que trocar de trem muitas vezes. Algo o
leva até certo estado, além daí não serve mais, já está
gasto. 

Portanto, duas coisas devem ser lembradas: quando você
gostar de algo, entre nele o mais profundamente possível,
mas nunca fique muito apegado, pois um dia terá que
abandoná-lo. Se você se apegar demais, será como uma droga:
você não poderá deixá-lo, não estará mais gostando, não
estará lhe dando mais nada – mas terá se tornado um hábito.
Então você poderá continuar, mas estará se movendo em
círculos, não irá além. 

Por isso, deixe que o prazer seja o critério. Se houver
prazer continue, até a última gota de prazer continue. Isso
deve ser totalmente espremido, nenhum suco deve ser
deixado... nem mesmo uma gota. E depois seja capaz de
abandoná-lo e escolha algo que lhe dê prazer novamente...

IX

O homem é o único animal que sente tédio. 

Isto é um privilégio, isto faz parte da dignidade dos seres
humanos. 

Você já viu algum búfalo entediado, algum burro entediado?
Eles não ficam entediados! Tédio significa simplesmente que
a sua maneira de viver está errada; conseqüentemente, isso
pode se tornar um grande evento - a compreensão de que "eu
estou entediado e alguma coisa precisa ser feita, alguma
transformação se faz necessária". Portanto, não pense que a
sensação de tédio é ruim - é um bom sinal, é um bom começo,
um começo muito promissor. Mas não pare por aí. 

Por que nos sentimos entediados? Sentimo-nos entediados
porque temos vivido em padrões mortos, padrões que nos
foram dados pelos outros. Renuncie a esses padrões, saia
desses padrões! Comece a viver por si mesmo. 

Somente a pessoa autêntica não sente tédio; a pessoa falsa
necessariamente se sente entediada. O cristão estará
entediado, o jaina estará entediado, o comunista estará
entediado, porque eles estão dividindo suas vidas em duas
partes. Suas verdadeiras vidas permanecem reprimidas e eles
começam a simular uma vida irreal. É essa vida irreal que
cria o tédio. 

Se você está fazendo aquilo a que estava destinado, você
nunca ficará entediado.

X

Todo rio está constantemente se movendo para ser o oceano.
O problema é somente com aqueles que se tornaram represas,
fechadas, não abertas para fluir, esquecendo que este não é
o seu destino, isso é a morte. Ser uma represa é cometer
suicídio, pois não há mais crescimento, não há mais novos
espaços, novas experiências, novos céus - apenas a velha
represa, apodrecendo, tornando-se mais e mais enlameada. 

Ser um buscador significa abandonar esse estado estático e
se tornar um rio em mudança, movendo-se, fluindo. 

Não importa quando você atinge o oceano. O começo é o fim.
Toda a beleza está no começo, pois assim que você começa a
se mover, o final, o cair no oceano, está absolutamente
determinado. 

O começo estava em suas mãos; ele era sua liberdade, daí a
beleza do começo. 

Será imensamente extasiante cair no oceano, mais isso não
está em suas mãos. O que estava em suas mãos era o começo,
e você teve coragem; você pulou fora de uma situação
estática e morta para um ser vivente... vivo, cantando e
dançando. 

O que importa quando o oceano vem? 

O começo é suficiente, mais que suficiente, pois cair no
oceano acontecerá inevitavelmente.
 
XI

Um discípulo que estava praticando por algum tempo veio ver
Ikyu. 

Estava chovendo, e ao entrar, deixou seus sapatos e seu
guarda-chuva do lado de fora. Depois de apresentar seus
cumprimentos, Ikyu perguntou-lhe de que lado de seus
sapatos ele havia deixado o seu guarda-chuva.

Ora, que tipo de pergunta é essa? Você espera que mestres
perguntem sobre Deus, sobre Kundalini subindo, sobre
Chakras se abrindo... Mas Ikyu fez uma pergunta muito
comum. O que sapatos e guarda-chuva têm a ver com
espiritualidade?

Mas há algo de imenso valor nisso. O discípulo não podia se
lembrar - quem se importa com o lugar em que colocou seus
sapatos e de que lado colocou seu guarda-chuva? Mas isso
foi suficiente - o discípulo foi recusado. 

Ikyu disse: 

- Então vá e medite por mais sete anos.

- Sete anos! - disse o discipulo - Apenas por essa pequena
falha?

- Falhas não são pequenas ou grandes - disse Ikyu - , você
simplesmente ainda não está vivendo meditativamente.

Não faça distinção entre coisas, de que isso é trivial e
aquilo é muito, muito espiritual. Preste atenção, esteja
atento, e tudo se torna espiritual. Se você não prestar
atenção, não for cuidadoso, tudo se torna não-espiritual.

A espiritualidade é dada por você, é sua dádiva ao mundo.
Quando um mestre como Ikyu toca um guarda-chuva, o
guarda-chuva é tão divino quanto qualquer coisa possa ser.
A energia meditativa é alquímica; ela transforma o mais
baixo no mais elevado. Descasque uma laranja como se
estivesse conduzindo uma sinfonia, e você estará se
aproximando mais e mais. Quanto mais meditativo você se
torna, mais vê Deus em toda a parte. No topo supremo, tudo
é divino.

XII

Um homem permaneceu solteiro toda a sua vida porque ele
estava à procura de uma mulher perfeita. 

Quando ele tinha 70 anos de idade, alguém lhe perguntou:
"Você tem estado viajando e viajando, você tem estado
procurando. Você não conseguiu encontrar uma mulher
perfeita? Nem mesmo uma!?"

O velho ficou muito triste. Ele disse: "Sim, uma vez eu
encontrei uma; uma vez eu encontrei uma mulher perfeita".

O outro perguntou: "E aí, o que aconteceu? Por que você não
se casou?"

Ele ficou muito, muito triste. Ele disse: "O que fazer? Ela
estava procurando um homem perfeito."

Para fluir e crescer no amor não é preciso perfeição. O
amor nada tem a ver com o outro. Uma pessoa amorosa
simplesmente ama, exatamente como uma pessoa viva respira,
bebe, come e dorme. Exatamente como uma pessoa realmente
viva, uma pessoa amorosa ama. 

Você não diz: "A menos que exista ar perfeito, não poluído,
eu não vou respirar." Você continua respirando em todos os
lugares onde o ar é poluído, envenenado. Você não pode se
permitir não respirar simplesmente porque o ar não é como
deveria ser. 

Um homem vivo simplesmente ama. O amor é uma função
natural.

Não peça a perfeição, senão você não encontrará qualquer
amor fluindo em você. Pelo contrário, você se tornará muito
desamoroso. As pessoas que exigem perfeição são muito
desamorosas e neuróticas. Mesmo se elas puderem encontrar
um bem-amado ou um amante, elas exigirão perfeição - e o
amor é destruído por causa dessa exigência.

Lembre-se, nunca exija perfeição. Você não tem direito
algum de exigir qualquer coisa de alguém. 

Se alguém o ama, seja grato, mas não peça nada.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s